Representatividade das Mulheres na Hierarquia de Empresas: Estudo de caso com base no Women’s Empowerment Principles
O objetivo deste trabalho é analisar como as práticas preconizadas pelos Women's Empowerment Principles (WEPs), inseridas no discurso do desenvolvimento sustentável, promovem a representatividade das mulheres no mundo corporativo. Uma vez que os WEPs utilizam como atratividade o slogan “Igualdade significa, de fato, negócios”, analisa-se como uma empresa do setor metalúrgico com mais de 5.000 trabalhadores faz conviver as práticas capitalistas que contribuíram para aprofundar a divisão sexual do trabalho com o objetivo de igualdade de gênero promovido pela agenda da ONU em prol do desenvolvimento sustentável. A realização de um estudo de caso a partir da análise de conteúdo de entrevistas e documentos visa produzir um conhecimento da realidade por meio das relações e das práticas enunciadas para construir uma compreensão sobre a situação da política de empoderamento das mulheres adotada pela empresa pesquisada. Este estudo permite colocar em evidência que, quando o foco é o eixo econômico do tripé do desenvolvimento sustentável, a consequência pode ser a perpetuação da desigualdade nas relações de gênero.